A Empresa /

The Company

Our Company

Authorized Agents

News

Produtos /

 Products

 

Serviços /

Support

 

Home Geradores Fotovoltaicos Características e Aplicações

Energia Solar e Suas Aplicações Sem Segredos

Sistema Solar Fotovoltaico Dimensionamento do Controlador
Energia Solar - Apresentação Dimensionamento da Bateria
Dimensionamento do Sistema Solar Dimensionamento do Inversor

 

 

 

Sistemas de geração elétrica através de painéis solares fotovoltaicos tem sido utilizados globalmente, sobretudo pela facilidade de sua instalação, versatilidade, durabilidade e manutenção praticamente inexistente. A garantia de geração e rendimento em painéis solares são acima de vinte e cinco anos e sua duração muito mais do que isso.

 

O sistema de energia solar é modular, adaptável ao consumo. Pode-se iniciar com um painel e aumentar conforme a necessidade ou diminuir, se for o caso. Ao interligar ou desconectar partes deste sistema, aumenta-se ou diminui a capacidade de geração. Com isso, tem-se a versatilidade de instalar desde pequenos sistemas de poucos Watts, até sistemas com potencias de Megawatts (1 MW = 1 milhão de Watts).

 

A geração se dá quando o painel é exposto à luz (direta ou indireta). Na necessidade de uso noturno, utilizam-se baterias para guardar a energia (sistemas OFF-Grid ou Híbridos), ou se conectado à rede elétrica publica (ON-Grid) o sistema passará a consumir dessa rede, invertendo (importando) a eletricidade.

Quando se utilizam baterias, os controladores de carga são necessários para supervisão da carga e descarga, não permitindo excessos ou faltas que podem danificar o sistema, assim garantindo a durabilidade e sua segurança.

 

A ENERGIA SOLAR PODE SER USADA PARA FORNECER ELETRICIDADE EM LOCAIS ONDE JÁ EXISTE REDE ELÉTRICA ?

 

Sim. Os sistemas "ON-Grid" e "Grid-Tie" tem como arquitetura a conexão com a rede elétrica, sendo o primeiro caso projetado fundamentalmente para ser bidirecional, (importador e exportador) da rede publica, servindo tanto para o consumo quanto para o fornecimento de eletricidade para a rede. O segundo caso é unidirecional e utiliza a solar prioritariamente e uma segunda fonte de energia, podendo ser a rede publica ou não, como  fonte secundária de fornecimento.

 

Sistemas "OFF-Grid", não são conectados à rede. São aplicações de geração autônoma.

São muito comuns em áreas onde não há rede elétrica, em equipamentos de telecomunicação, iluminação, bombeamento de água, etc...

QUAIS TIPOS DE APARELHOS PODEM SER ALIMENTADOS DIRETAMENTE NO SISTEMA SOLAR?

Como o sistema solar produz eletricidade em corrente contínua - DC e em tensões de 12, 24 ou 48 Volts,  isso permite que aparelhos com tais tensões - DC sejam conectados diretamente.

Equipamentos fabricados para automóveis, ônibus, caminhões,  embarcações, etc... podem ser ligados diretos no controlador do sistema ou na bateria.

Quanto a equipamentos em corrente alternada - AC, é necessário adicionar um INVERSOR, que transforma a corrente de contínua (direta) em senoidal (alternada) e amplifica a tensão, para atender as mais comuns, ou seja 110 ou 220 Volts.

 

COMO FAZER PARA ALIMENTAR ELETRODOMÉSTICOS QUE FUNCIONAM EM CORRENTE ALTERNADA ?


Para alimentar aparelhos de corrente alternada, como explicado, é necessário usar um inversor, que transformará a tensão e corrente do sistema solar, para 110V ou 220V em corrente alternada (AC).

 

É importante ressaltar que nesse processo de transformação sempre ocorre perda de parte da energia gerada.

POR QUE ÀS VEZES A BATERIA SE DESCARREGA?

 

A capacidade de fornecimento de energia de um sistema solar é definido no seu dimensionamento. Consumo em Watts ou Kilo Watts e sua autonomia em horas. Se o consumo for à noite, ou exceder à geração produzida pelos painéis, a energia faltante será fornecida pelas baterias, o que provocará tal descarga.

Para que um sistema  solar funcione com eficiência e máxima confiabilidade, é importante dimensioná-lo corretamente. Primeiro utilizando-se do mapa de horas medias de insolação, ao avaliar a insolação de inverno e a do verão. Não esquecendo que, por depender da Natureza, o bom senso manda se ter uma boa margem de segurança.

O consumidor deve saber que um sistema dependente de baterias, deve respeitar o uso da energia dentro dos limites da potência e capacidade para o qual foi dimensionado.

Se ele aumentar o consumo, deve adicionar novos paineis e baterias.

Quando a falta de recarga em baterias se repete com frequência, cabe avaliar se a solução está em aumentar não só a capacidade de armazenamento (mais baterias) como a de geração (mais painéis).

Casos de consumos não repetitivos, há uma segunda solução que é usar sistemas híbridos como o Grid-Tie.

 

QUAIS AS PRINCIPAIS RECOMENDAÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE ENERGIA SOLAR?

 

Ao avaliar a aquisição e instalação um sistema solar, deve-se ter em conta que ele é um investimento e não um gasto.

Para se fazer um bom investimento, levanta-se a necessidade, avaliando o consumo elétrico após as melhores praticas de racionalização. Após, dimensiona-se o gerador solar para atender às necessidades, sem tais "excessos".

Não esqueça que o gerador solar se compões do painel solar, inversor e se for off-grid ou grid-tie, de controlador de carga e baterias. Há ainda os suportes dos painéis, caixas de junção, protetores, fios específicos e seus conectores. Se isso não lhe é familiar, procure profissionais especializados para ajuda-lo no seu projeto e instalação.

Quanto mais racional for o projeto, mais rápido será o retorno do seu investimento.

Um gerador solar fotovoltáico, terá duração de mais de trinta anos (só o painel tem garantia de estabilidade de geração entre 25 e 30 anos). E como já dito, ele pode ser aumentado (ou diminuído), ou seja, seu investimento não se perde, ele se adapta a suas necessidades.

 

QUAIS SÃO AS APLICAÇÕES MAIS USUAIS DE SISTEMA SOLAR FOTOVOLTAICO? 

 

Encontramos sistemas fotovoltaicos instalados para muitas aplicações. Praticamente a tecnologia solar pode ser aplicada em quase todas as atividades humanas.

  • Eletrificação rural;

  • Equipamentos eletrônicos em geral;

  • Sinalização náutica, ferroviária, aeronáutica e terrestre;

  • Em telecomunicações, satélites, torres e estações remotas;

  • Iluminação pública;

  • Iluminação de emergência em prédios, residências, fábricas, hospitais, etc...

  • Em automóveis, motor home e embarcações;

  • Sistemas de segurança;

  • Cercas elétricas;

  • Bombeamento para irrigação, microaspersão, gotejamento, hidroponia, poços.

  • Estações de monitoramento ambiental.

  • Proteção catódica contra corrosão de estruturas metálicas (oleodutos, gasodutos, torres de linhas de transmissão, etc.)

  • Instalado diretamente em geladeiras, sistemas de tratamento de água, esgoto e ar.

QUAIS OS CUIDADOS NA INSTALAÇÃO OU MANUTENÇÃO DE UM SISTEMA DE ENERGIA SOLAR?

 

É altamente recomendável, tanto na instalação como na manutenção a contratação de um profissional especializado.

Sistemas On-Grid requerem projeto de engenharia e homologação da distribuidora de energia de sua região.

As instalações feitas sobre telhados, requerem equipamentos especiais de segurança e pessoal treinado para trabalhos em altura.

As conexões devem respeitar as polaridades dos equipamentos que compõem o sistema.

Painéis solares devem ser cobertos (plástico preto ou semelhante), evitando a geração de energia até a conclusão da instalação. O uso de ferramentas isoladas e secas é um cuidado necessário, assim como proteções das mãos e dos pés.

 

Apesar da baixa tensão de um painel solar, ao interconectar vários deles, haverá um grande potencial de perigo por choque ou curto se ocorrer um engano de conexão.

As baterias merecem um cuidado redobrado. Nunca curtocircuite os pólos de uma mesma bateria. Sempre coloque-as em ambiente ventilado, à sombra, nunca expostas ao Sol ou a alta temperatura.

Em condições normais de uso do sistema solar não requer manutenção constante. No entanto é recomendável vistorias periódicas e limpeza de contatos de fios e sobretudo nos polos de baterias. A limpeza do vidro de um painel solar deve ser feita regularmente, usando pano, água e sabão neutro (não use abrasivos).

 

 


Aplicações típicas de Painéis Fotovoltaicos

Casa Modelo - poste de iluminação

 Residencial - poste

e iluminação interna

Instalação para segurança

Instalação em  industria

Fachada, iluminação e bombeamento

Instalação industrial

Instalação em edifícios

Estação Solar - Central de geração


  • Devido ao constante aprimoramento destas tecnologias, os dados e informações aqui divulgados podem ter sido alterados ou ficar defasados.

  • Consulte a SunLab ou sua revenda autorizada mais próxima. 

  • As imagens são figurativas. Algumas forma cedidas gentilmente por parceiros.

  • As que contém o logo ou estão identificadas são copyright da Lábramo Centronics Ind. e Com. Ltda.

  • Última rev.: 14/01/2016